Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

21 de abril de 2014

AGENTE É PRESO E ARMAS ROUBADAS EM RIBEIRÃO DAS NEVES SÃO RECUPERADAS

Polícia prendeu quatro suspeitos na madrugada deste segunda-feira, entre eles, um agente penitenciário; roubo foi considerado o maior da história do sistema prisional mineiro

PUBLICADO EM 21/04/14 - 14h06    JULIANA BAETA
JOHNNY CAZETTA / NATÁLIA OLIVEIRA
Cidades - Super - Belo Horizonte MGApresentacao de apreensao de armas roubadasPolicia encontra 90% das armas roubadas da central integrada de sistema prisional , perto da penitenciaria Dutra Ladeira em Ribeirao das NevesFOTO: MARIELA GUIMARAES / O TEMPO / 21.04.2014
  Quatro suspeitos foram presos na madrugada desta segunda-feira (21) pelo envolvimento com o roubo das armas na Central Integrada de Escoltas do Sistema Prisional, perto da Penitenciária Dutra Ladeira, em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. Entre os suspeitos, está um agente penitenciário. Segundo a Polícia Civil, 95% das armas roubadas, ou seja 39 peças, foram recuperadas.
 
Dentre os presos está o agente penitenciário Marco Antônio de Oliveira. Os outros três presos não tiveram o nome divulgado. Fora apreendidas 1.508 munições  e três pistolas ainda estão sendo procuradas. 
Segundo a polícia, foram 27 dias de investigação. Na última quinta-feira (17), após receberem algumas informações, as buscas foram intensificadas. As apreensões e prisões se deram entre a noite de domingo (20)  e a madrugada desta segunda-feira (21). 
  As apreensões foram feitos em quatro lugares diferentes, próximo a casa do agente. A dona de uma das casas onde armas foram encontradas está sendo procurada pela polícia.  Segundo a Polícia Civil, as pistolas deveriam ser vendidas por R$ 4.000 ou R$ 5.000. Uma submetralhadora seria vendida R$ 21 mil. Os presos ainda serão ouvidos. 

O crime

  O crime aconteceu no dia 24 de março, e foi considerado o maior da história do sistema prisional mineiro. Os responsáveis pela segurança no período estavam dormindo no momento do roubo e alegaram terem sido dopados. Não havia sinais de arrombamento no local.

  Na ocasião, foram roubadas 39 pistolas de calibre .40, seis submetralhadoras e cerca de mil cartuchos de munição utilizados na escolta de presos da cidade. A polícia convocou uma coletiva de imprensa no fim da manhã desta segunda-feira (21), na qual dará maiores detalhes sobre o caso.

POLICIA CIVIL RECUPERA 90% DAS ARMAS ROUBADAS DA CENTRAL DE ESCOLTAS EM RIBEIRÃO DAS NEVES

Segundo Wanderson Gomes, polícia encontrou 90% do arsenal.
Foram presos 4 suspeitos; armas foram roubadas em Ribeirão das Neves.

O delegado Wanderson Gomes, da Divisão de Operações Especiais (Deoesp) da Polícia Civil, informou, na manhã desta segunda-feira (21), que 90% das armas roubadas da Central de Escoltas de Ribeirão das Neves, no dia 24 de março, foram recuperadas. Além disso, quatro pessoas foram presas. Durante ação criminosa, 45 armas foram levadas da unidade do sistema prisional, ao lado da Penitenciária Dutra Ladeira.


Uma nota da Políca Civil diz que o caso está "totalmente esclarecido", mas não divulga outros detalhes. A corporação deve dar novos esclarecimentos ainda nesta manhã. Por volta das 10h45, um comboio chegou à sede do Deoesp, no bairro Gameleira, na Região Oeste, levando presos e o armamento recuperado. Policias exibiram algumas das armas.

Segundo um investigador, os presos são um agente penitenciário que estava de plantão no dia do roubo e um irmão deste, além de uma pessoa da região que ajudou na ação criminosa e um comprador do armamento. Não há confirmação oficial pelo delegado responsável pelo caso.

 
Trinta e nove pistolas .40 e seis submetralhadoras foram roubadas. Os agentes foram encontrados, na mudança de turno, alguns dormindo e outros passando mal. A suspeita é que eles tenham sido dopados. Alimentos que estavam no local foram recolhidos para perícia.
Por causa do roubo, nove agentes que estavam dentro da Central de Escoltas foram afastados preventivamente, e o local foi desativado. Lá ficavam os servidores responsáveis pela segurança no transporte de presos de todas as penitenciárias da cidade. À época do roubo, o subsecretário de Administração Prisional de Minas Gerais, Murilo Andrade de Oliveira, afirmou que o afastamento era um procedimento padrão, até que a Polícia Civil concluísse a investigação, e que os nove responderiam a processo administrativo.
 
 
Segurança
A casa onde funcionava a Central de Escoltas, de acordo com o subsecretário, não tinha alarme e nem circuito interno de TV. Uma câmera de segurança na Penitenciária Dutra Ladeira conseguia acompanhar o entorno da casa, mas não teria gravado nenhuma movimentação suspeita durante o roubo, no dia 24 de março.

As armas que foram roubadas estavam em dois lugares: dentro de um cofre e dentro de uma sala blindada. A Subsecretaria de Administração Prisional de Minas Gerais afirmou que nenhum destes locais foi arrombado, nem outra porta da unidade.

MAIORIA DAS ARMAS ROUBADAS EM RIBEIRÃO DAS NEVES É RECUPERADA

Polícia prendeu quatro suspeitos na madrugada deste segunda-feira, entre eles, um agente penitenciário; roubo foi considerado o maior da história do sistema prisional mineiro

PUBLICADO EM 21/04/14 - 10h29
JULIANA BAETA
JOHNNY CAZETTA
Quatro suspeitos foram presos na madrugada desta segunda-feira (21) pelo envolvimento com o roubo das armas na Central Integrada de Escoltas do Sistema Prisional, perto da Penitenciária Dutra Ladeira, em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. Entre os suspeitos, está um agente penitenciário. Segundo a Polícia Civil, 90% das armas roubadas, foram recuperadas.

O crime aconteceu no dia 24 de março, e foi considerado o maior da história do sistema prisional mineiro. Os responsáveis pela segurança no período estavam dormindo no momento do roubo e alegaram terem sido dopados. Não havia sinais de arrombamento no local.
Na ocasião, foram roubadas 39 pistolas de calibre .40, seis submetralhadoras e cerca de mil cartuchos de munição utilizados na escolta de presos da cidade. A polícia convocou uma coletiva de imprensa no fim da manhã desta segunda-feira (21), na qual dará maiores detalhes sobre o caso.